CBHA
 
 
   
   
   
   
 
INICIAL
Edital
Sessões Temáticas
Programação
Inscrições
Mapa
Sobre a imagem
 

   .
Sessão 1 - A Ocultação e Exposição do Desejo
Coordenador: Jorge Coli (Unicamp/CBHA)

Nestes tempos conservadores, o debate sobre a pornografia se impõe. Seria ela uma categoria estética ou artística? Pressupõe uma intervenção da moral dentro do ato criador? Como conceber as distinções entre erotismo e pornografia? São eles conceitos operacionais para a estética?
.
Acontecimentos atuais comprovaram o quanto a sexualidade nas artes tornou-se subversiva. Ela abre uma fenda nesse processo de conservadorismo atual, ao qual me referi no início. Aponta diretamente para a nudez do desejo e expõe esse desejo, que é o mais imediato.
.
Desta maneira, a questão central a ser debatida é a da ocultação do desejo e de sua exposição. Ela pressupõe o princípio do disfarce na exposição do corpo e a sua franqueza.
.
Essas questões, no entanto, surgem de noções fluidas, cuja definição ou conceptualização é flexível, móvel temporal e culturalmente. As respostas que podemos obter são dispersas, e situam-se além de um interesse puramente semântico. Incidem, entre outras coisas, sobre a censura. A censura oficial ou coletiva não se dá ao trabalho de configurar qualquer definição do seu objeto. Mas sua atividade situa, de modo implícito e necessário, o discurso pornográfico ao mesmo tempo diante da lei ou do preceito, e age como controle do desejo.
.
Assim, proponho os seguintes temas:
.
1)  O desejo exposto: pornografia e erotismo na produção artística.
2) O desejo militante: o prazer nas artes como instrumento de luta.
3) O desejo definido: conceptualizar, representar e estimular.
4) O desejo reprimido: a censura externa, como controle da obra; a censura interna, como controle da criação.
5) O desejo perigoso: a pornografia como subversão.
6) O desejo no passado: por uma história da pornografia e do erotismo.
7) O desejo relativo: pornografia e erotismo nas diferentes culturas.

.
     
   
               
     
   
  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior   Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico   Fundação de Amparo e à Pesquisa do Estado de São Paulo